16 de abril de 2011

Conjugue o que não se vê

some,
desaparece
mas vai até
onde eu possa te
encontrar


afinal
teu sorriso
serve pra outra coisa
senão
distrair
meu coração?

foge,
esquece
todo verbete
que você souber
sobre quem não mais te

Um comentário:

Cícero Barbosa disse...

estrutura muito bacana!

Postar um comentário

Ahá.