19 de outubro de 2010

fiz cara feia para este (helena)

se de mim, você não se esquecer
descreverei teu surto
ensinarei - todas - as tuas loucuras
apagarei teu pavio curto
explorarei tuas farturas

ai se você, de mim, esquecer
e dona benta vai fazer mandê
pra você deixar de ser
essa canção de amor tão clichê

tal como o poema
que pra você eu fiz
que - ainda apaixonado assim - do teu café pequeno, helena
eu não preciso para ser feliz

Um comentário:

Mário S. Brito disse...

É belo, simplismente belo!
Palavras simples, mas muito bem encaixadas.
Ficou muito bom!

Postar um comentário

Ahá.