1 de outubro de 2010

Declaração pingada

tão bom te ver usando guarda-chuva
calce suas botas, bote suas luvas
não nos encontrávamos há quanto tempo?!
vim, acalme-se, ouvi o teu lamento

tão bom te ver dançando assim
e o sol ainda está forte, o dia não está no fim
trago comigo a beleza, a cor e a juventude
e você, brasília, leva consigo arquitetura, céu e virtude

tão bom te ver agradecendo "amém, chuva"
é ser assim aclamada, acalmada, aguda
teu convite é lançado assim como os pingos do céu
mas ainda assim, ao sair de casa, não esqueca o chapéu





chuva, é tão bom te ter por perto
de peito ao vento e braços abertos

2 comentários:

Verônica Maria disse...

Um brinde à chuva que resolveu dar o ar da graça e nos fazer respirar!

plobrazx disse...

PINGANIMIM

Postar um comentário

Ahá.